Crime ocorreu em 2017 e teria sido cometido por vingança.

Dois homens, apontados como principais suspeitos de terem cometido um homicídio, com ocultação de cadáver, foram presos nesta sexta-feira, 29, mediante cumprimento de mandado de prisão preventiva, por policiais civis da 16ª Delegacia de Polícia Civil de São Miguel do Tocantins, no extremo norte do Estado. Ocorrido há quase quatro anos, no dia 25 de abril de 2017, o crime foi praticado contra o adolescente Maicon Wanderson dos Santos da Costa.

A ação que resultou na prisão dos dois homens foi coordenada pelo delegado Antônio Bandeira. Segundo ele, no decurso das investigações foi possível esclarecer o crime e identificar os três indivíduos que dele participaram ativamente. “Com a elucidação dos fatos, representamos junto ao Poder Judiciário pelas prisões dos indivíduos, bem como pela internação de um deles, que era menor de idade à época dos fatos”, frisou o Delegado.

Conforme o Delegado, após inúmeras diligências e incursões, os policiais civis descobriram que um dos supostos autores, de 21 anos, estaria escondido no município de Imperatriz, no Estado do Maranhão. Com base nas informações, uma equipe da 16ª DP foi até o estado vizinho, localizou o suspeito e efetuou sua prisão.

As investigações apontaram que o segundo suspeito do crime já estaria recolhido na Cadeia Pública de Araguatins, em razão de descumprimento de medida protetiva. “Assim, os policiais civis foram até àquela unidade carcerária e deram cumprimento a ordem judicial contra o indivíduo, que permanecerá preso à disposição do Poder Judiciário”, ponderou a autoridade policial.

O terceiro envolvido no crime, por ser menor de idade à época dos fatos, será recolhido a um dos Centros de Ressocialização para Menores Infratores do Estado.

O crime

Segundo apontaram as investigações da Polícia Civil, no dia do crime, os supostos autores passaram o dia ingerindo bebidas alcoólicas e consumindo drogas, sendo que já no final da tarde, encontraram a vítima, que tinha 15 anos na época dos fatos. “Os autores fizeram uma emboscada e conseguiram abordar a vítima em um lugar ermo onde a atingiram com tiros e também golpes de faca, causando sua morte quase que de forma imediata”, relata o Delegado.

Ocorre que o corpo de Maicon, a vítima, só foi encontrado no dia 23 de agosto de 2017, parcialmente enterrado em uma região de mata na zona rural de São Miguel. Logo após as investigações tiveram início, sendo que as equipes da 16ª DP elucidaram totalmente o crime.

Motivação

Ainda de acordo com o delegado Antônio Bandeira, o crime teria sido motivado por vingança, uma vez que a vítima teria, supostamente, envolvimento no homicídio de um amigo dos autores, o que fez com que os mesmos se vingassem. “Os suspeitos se autodenominam pertencentes a uma facção criminosa e têm várias passagens pela Polícia por crimes diversos. Conforme apurado, eles teriam agido para vingar a morte de um integrante da facção criminosa da qual são membros, visto que acreditavam que a vítima teria sido responsável por atrair um amigo dos autores para que ele fosse morto”.

Por: Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins


Compartilhar:

Deixe seus Comentario