Suspeitas de esfaquear homem que negou Pix após encontro fizeram rampa para pular muro de motel; VÍDEO

0
8

Crime aconteceu em um motel em Paraíso do Tocantins, região central do estado. A vítima foi encontrada com três perfurações nas costas. Suspeitas ainda não foram identificadas, segundo a Polícia Militar. Veja o momento que duas mulheres pulam muro de motel após homem ser esfaqueado
Vídeos de câmeras de segurança mostram o momento da fuga das duas suspeitas de terem esfaqueado um jovem, de 21 anos, em um motel de Paraíso do Tocantins. O crime teria acontecido após a vítima se negar a enviar uma Pix para as suspeitas depois de um encontro. O jovem teve três perfurações nas costas e foi levado para o hospital.
O crime foi registrado na noite desta sexta-feira (19), por volta das 23h40. A polícia foi chamada por um funcionário do motel, que trabalhava na recepção. Ele teria ouvido gritos na direção de um dos quartos e ao verificar encontrou a vítima.
Mulheres suspeitas de esfaquearem jovem em motel de Paraíso pulam muro durante fuga
Reprodução
Nas imagens é possível ver as duas mulheres – uma delas é trans – tentando abrir o portão do motel. Depois uma delas pega um pedaço de madeira e coloca na parede próxima ao portão, fazendo uma espécie de rampa. As duas pulam o muro e fogem.
Segundo a PM, as suspeitas ainda não foram identificadas.
LEIA TAMBÉM
Jovem é esfaqueado por mulheres em motel após se negar a enviar Pix depois do encontro, diz PM
Médico e esposa são indiciados pela segunda vez após ex-babá dos filhos denunciar abusos sexuais
Militar suspeito de matar soldado da Paraíba em briga de bar está afastado e recebe assistência psicológica, diz PM
Minutos depois a vítima aparece andado em direção ao quarto, com a camisa manchada de sangue nas costas. O Corpo de Bombeiros foi chamado no local e encontraram a vítima deitada no chão com três perfurações nas costas. Em seguida o encaminharam ao Hospital Regional de Paraíso.
A Polícia Civil informou que o caso não foi registrado na delegacia, mas que o delegado plantonista da 6ª Central de Atendimento em Paraiso do Tocantins vai ouvir a vítima no hospital, onde ela está internada.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins